Robinho, confirmada a condenação de 9 anos por estupro

O Tribunal de Apelação de Milão confirmou a condenação de 9 anos para Robinho. O jogador, na época atacante do Milan, era acusado de ter estuprado uma mulher de 23 anos em 2013.

O Santos, clube onde foi revelado, esse ano tinha conseguido um acordo para o seu retorno. Na semana da assinatura, a Globo laçou um inquérito sobre o caso, acontecido sete anos atrás. Desse inquérito surgiu uma gravação onde Robinho e um amigo dele falam do estupro.

Os protestos dos patrocinadores (especialmente Philco e Kicaldo) e da torcida do alvinegros obrigaram o Peixe a rescindir o contrato apenas um dia depois.